Em dois meses, estava casada.
Ou alguém que verdadeiramente passou a vida inteira acreditando nisso e se vitimando?
Isso, anúncios de carro do sexo milão mesmo que ela não esteja nem um pouco interessada.Há o caso de uma que, com os filhos crescidos, encontrou um novo amor em Portugal, pelo Facebook.Relatamos para o outro, de forma recorrente, as nossas mazelas, dificuldades, situações de abandono, de dor e de injustiças como mulheres procurando homens de ginástica artística se elas justificassem a nossa inércia diante da necessidade de ação depois de momentos sombrios da vida que, convenhamos, fazem mulheres solteiras fusagasuga parte da dinâmica de estar.Ficam até nervosas se uma delas arruma namorado.Ser convidada para festas?Ela cometeu um erro: foi ao toalete.Em número, é gigantesca: há 5,8 milhões de mulheres a mais que homens.Virou modinha falar em auto responsabilização e em empoderamento.Pior: a mulher tem contra ela a estatística.Se fica quieta, também leva ferro.Se é rica, ou bem de vida pelo menos, um garotão se aproximará.
As que têm família, filhos, irmãs não ficam tão à margem da vida social.
No fundo, fora o sexo, estão mesmo casadas, pois não se largam.E que não há uma entidade pronta a lutar por seus direitos.Contudo, a nossa complexidade não pode engessar nossa esperança, nossa intenção e nosso movimento de reforma íntima.Conheço um grupo de moradoras de Alphaville, bairro de classe alta de São Paulo, que vive exatamente assim.Seria uma espécie de valorização do próprio passe junto ao interlocutor?Para isso, acredito, nos foram dadas as virtudes da razão e da emoção.Obviamente, cada caso é um caso.Até as melhores amigas a tratam como se tivesse uma doença contagiosa.Ou conhecer algum sujeito também solitário, louco por um relacionamento.As músicas, as novelas, os filmes, os livros, as séries e até a imprensa têm retratado esta temática com certa frequência.


[L_RANDNUM-10-999]